HomeA minha história

Olá! Eu sou a Carla Gaspar, a supereempreeendora inabalável. Ajudo líderes e empresários desmotivados com o seu negócio a construírem a sua equipa de sonho e a criarem o seu negócio lucrativo de sucesso.

Como comecei
e apaixonei pelo Coach.

carla-gaspar-training-coaching-e-mentoring

Sou a Chief Visionary Officer e Fundadora da SMARTIDIOM, uma marca de tradução e localização portuguesa certificada pelas normas ISO 9001:2015 e ISO 17100:2015, com clientes em mais de 32 países. Além da SMARTIDIOM, criei a minha marca pessoal para dar vida a três paixões antigas – o Coaching, o Mentoring e a Formação. Sou coach de Liderança Positiva e Alto Desempenho e desenvolvo programas de Coaching para Empreendedores e Empresários, Líderes de Equipas, Equipas de Alto Desempenho e Profissionais com Desafios de Carreira. Sou autora dos Programas de Mentoring Positive Leadership Program (PLP) para Novos Líderes, Women Excellency in Business (WEB) para Mulheres Audaciosas e Grow Your Business (GYBP) para Tradutores Freelancer. Sou formadora nas áreas da Liderança Inspiradora de Pessoas e da Cultura Empresarial, do Empreendedorismo e da Estratégia e do Desenvolvimento Pessoal. Sou mãe e esposa e tenho dois Yorkshires anões – o York e o Spot. Não sou perfeita, muito pelo contrário. Mas há uma coisa que sempre me moveu e que acredito que me fez chegar onde estou: a vontade de ser diferente, de não ficar pelo óbvio, de ser a melhor pessoa que puder ser e de dar o exemplo, seja nas minhas conquistas, seja nas lições que vou aprendendo ao longo do caminho.

Como comecei
e apaixonei pelo Coach.

Sou a Chief Visionary Officer e Fundadora da SMARTIDIOM, uma marca de tradução e localização portuguesa certificada pelas normas ISO 9001:2015 e ISO 17100:2015, com clientes em mais de 32 países. Além da SMARTIDIOM, criei a minha marca pessoal para dar vida a três paixões antigas – o Coaching, o Mentoring e a Formação. Sou coach de Liderança Positiva e Alto Desempenho e desenvolvo programas de Coaching para Empreendedores e Empresários, Líderes de Equipas, Equipas de Alto Desempenho e Profissionais com Desafios de Carreira. Sou autora dos Programas de Mentoring Positive Leadership Program (PLP) para Novos Líderes, Women Excellency in Business (WEB) para Mulheres Audaciosas e Grow Your Business (GYB) para Tradutores Freelancer. Sou formadora nas áreas da Liderança Inspiradora de Pessoas e da Cultura Empresarial, do Empreendedorismo e da Estratégia e do Desenvolvimento Pessoal. Sou mãe e esposa e tenho dois Yorkshires anões – o York e o Spot. Não sou perfeita, muito pelo contrário. Mas há uma coisa que sempre me moveu e que acredito que me fez chegar onde estou: a vontade de ser diferente, de não ficar pelo óbvio, de ser a melhor pessoa que puder ser e de dar o exemplo, seja nas minhas conquistas, seja nas lições que vou aprendendo ao longo do caminho.

A minha infância

Nasci a 1 de setembro de 1984 numa pequena aldeia do centro de Portugal chamada Lagoa Parada. Fui afortunada o suficiente para crescer numa família com raízes humildes onde, desde cedo e muito graças à minha mãe, me foi incutido o gosto pelo trabalho e o sentido de poupança como sendo a chave para um futuro risonho.

Aprendi que o dinheiro no bolso é a melhor forma de nós, mulheres, nos vermos independentes; daí que sempre me lembre de ter empregos de férias e fins de semana, maioritariamente na área da restauração, da hotelaria e do comércio. Foi nas “férias grandes” de 2005, mesmo antes de entrar para a universidade, que tive o meu emprego mais aliciante até então, antes do início da minha vida profissional propriamente dita: apresentei uma candidatura espontânea ao jornal local e impressionei de tal forma o diretor do jornal que ele me aceitou para um estágio de três meses remunerado – senti que ganhara o totoloto!

A minha mãe ensinou-me a fazer bonecas com pedras, bugalhos, paus e caroças de milho e, mais importante do que tudo, sempre – mas mesmo sempre – me inspirou com o seu exemplo de poupança financeira. Na história da Cigarra e da Formiga, ela seria a Formiga que, acontecesse o que acontecesse, trabalhava sem nunca parar para descansar. “Mesmo que ganhasse o totoloto, não era capaz de parar de trabalhar”, diz-me, tantas e tantas vezes.

Tudo isto quase como se estivesse a antecipar que teria de o fazer para garantir o seu futuro depois de, tão antes do seu tempo e de forma totalmente inesperada, acabar por perder o meu pai aos seus 50 anos de idade, vítima de eletrocussão num acidente de trabalho.

O meu pai, sem contar com isso, ensinou-me a maior lição da minha vida.

Eu e a minha irmã brincámos muito “às casinhas”, às escondidas, à apanhada, à cabra cega, à barra do lenço e à macaca. No sítio onde cresci, os homens eram “os chefes de família” e a sua palavra era sagrada – às mulheres cabia o governo da casa e da família. Apesar de saber lavar, passar, limpar, cozinhar, cozer botões, remendar peúgas e outras tarefas tais, não era isso que queria para mim e, desse modo, prometi a mim mesma que não haveria de ser essa a minha “sorte”.

carla-gaspar-training-coaching-e-mentoring
carla-gaspar-training-coaching-e-mentoring

O sonho de estudar
e a viagem até às traduções

O início do meu percurso na área das traduções deu-se quase por acidente. Não fui eu que escolhi a profissão; foi ela que me escolheu a mim. “Quero ser professora de inglês”, dizia eu, desde pequena, e trazia essa vontade para as minhas brincadeiras do dia a dia, quando sentava as minhas bonecas em várias cadeiras e ficava em frente delas a ensinar, simulando o ambiente de sala de aula. “Quero estudar na universidade”, lá continuava eu, quando me perguntavam o que queria ser quando fosse grande (desde cedo me lembro de a minha mãe e o meu pai, ambos com o 4.º ano de escolaridade, me estimularem a consegui-lo).

Na altura de escolher um curso superior, a minha opção foi o Curso de Tradução, pois entendi que a carreira de tradutor constituía uma opção “mais segura” – poderia, depois de licenciada, ser professora de inglês ou tradutora. Nunca fui uma má aluna, mas também nunca fui excelente. Agradeço-me por isso. Consegui ter uma juventude feliz, estudando e aprendendo, mas não deixando a vida passar por mim sem desfrutar da minha juventude. Acabei o 12.º ano do ensino secundário com média de 15 e, mais tarde, ingressei no curso de Tradução, variante Intérpretes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria, tendo terminado a licenciatura com média final de 14. Nunca senti que precisasse de uma média superior para aspirar a um emprego, forjar uma profissão ou lançar-me num qualquer desafio profissional. Sem dúvida que as minhas habilitações académicas foram a base, mas foi sempre a minha vontade de levantar o rabo da cadeira e ir à luta que determinou a forma como tudo aconteceu na minha vida até ao dia de hoje.

O sonho de estudar
e a viagem até às traduções

O início do meu percurso na área das traduções deu-se quase por acidente. Não fui eu que escolhi a profissão; foi ela que me escolheu a mim. “Quero ser professora de inglês”, dizia eu, desde pequena, e trazia essa vontade para as minhas brincadeiras do dia a dia, quando sentava as minhas bonecas em várias cadeiras e ficava em frente delas a ensinar, simulando o ambiente de sala de aula. “Quero estudar na universidade”, lá continuava eu, quando me perguntavam o que queria ser quando fosse grande (desde cedo me lembro de a minha mãe e o meu pai, ambos com o 4.º ano de escolaridade, me estimularem a consegui-lo).

Na altura de escolher um curso superior, a minha opção foi o Curso de Tradução, pois entendi que a carreira de tradutor constituía uma opção “mais segura” – poderia, depois de licenciada, ser professora de inglês ou tradutora. Nunca fui uma má aluna, mas também nunca fui excelente. Agradeço-me por isso. Consegui ter uma juventude feliz, estudando e aprendendo, mas não deixando a vida passar por mim sem desfrutar da minha juventude. Acabei o 12.º ano do ensino secundário com média de 15 e, mais tarde, ingressei no curso de Tradução, variante Intérpretes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria, tendo terminado a licenciatura com média final de 14. Nunca senti que precisasse de uma média superior para aspirar a um emprego, forjar uma profissão ou lançar-me num qualquer desafio profissional. Sem dúvida que as minhas habilitações académicas foram a base, mas foi sempre a minha vontade de levantar o rabo da cadeira e ir à luta que determinou a forma como tudo aconteceu na minha vida até ao dia de hoje.

Marcos importantes
durante o percurso académico:

2005

Primeira experiência profissional com a escrita como jornalista estagiária no jornal Serras de Ansião

2006

Professora de inglês no âmbito do Programa de Generalização do Inglês ao ensino primário, em Leiria

Tradutora estagiária no departamento de “Direito, cidadania, administração e relações externas” da Comissão Europeia, em Bruxelas

2007

Estágio curricular em legendagem para surdos e deficientes auditivos na Rádio e Televisão Portuguesa (RTP), no qual obtive a classificação de 18 valores

European Summer School in Screen Translation na Universidade de Bolonha

Licenciatura em Tradução, variante Intérpretes (de 5 anos) pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria

Vencedora do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores na categoria “Melhor ideia a nível nacional” organizado pela Associação Nacional de Jovens Empreendedores (ANJE), no Porto

2005

Primeira experiência profissional com a escrita como jornalista estagiária no jornal Serras de Ansião

2006

Professora de inglês no âmbito do Programa de Generalização do Inglês ao ensino primário, em Leiria

Tradutora estagiária no departamento de “Direito, cidadania, administração e relações externas” da Comissão Europeia, em Bruxelas

2007

Estágio curricular em legendagem para surdos e deficientes auditivos na Rádio e Televisão Portuguesa (RTP), no qual obtive a classificação de 18 valores

European Summer School in Screen Translation na Universidade de Bolonha

Licenciatura em Tradução, variante Intérpretes (de 5 anos) pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria

Vencedora do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores na categoria “Melhor ideia a nível nacional” organizado pela Associação Nacional de Jovens Empreendedores (ANJE), no Porto

A descoberta dos meus três talentos e o início da aventura como tradutora freelancer

Foi em 2008 que me lancei como tradutora freelancer a tempo completo, depois de três anos como tradutora freelancer a tempo parcial. Saí de Lisboa e voltei para Leiria, onde tudo tinha começado e onde me queria estabelecer como profissional liberal. O meu “porquê” daquela altura foi puramente emocional e relacional; quis voltar a casa para, depois de instalada, sonhar com voos pessoais e profissionais mais altos. Hoje, já com outra maturidade, olho para trás e rio-me da simplicidade com que comuniquei a notícia tanto no emprego como em casa.

Comecei a traduzir textos técnicos que, por serem de áreas tão diversas, como eletrónica, informática, banca, finanças, farmacêutica, medicina ou marketing, me obrigavam a um trabalho exaustivo de investigação e pesquisa, numa altura em que o Google não era o que é hoje. Foram vários anos de muita aprendizagem individual e um período de grande amadurecimento profissional: conheci aqueles que durante muito tempo foram os meus principais clientes – empresas de tradução estrangeiras na sua maioria ­– e criei uma marca pessoal forte quando ainda poucos reconheciam a importância de se investir no branding pessoal.

Quem já foi ou é freelancer sabe bem o desafio que é embarcar numa aventura destas. Foram anos de muito trabalho, num sistema de 24/7, durante os quais não soube o que era ter fins de semana. Foi uma fase que exigiu muito de mim (física e mentalmente), mas que, volvidos estes anos, me faz dizer: “Ainda bem que não olhei para trás.” Foi nesta aventura que descobri três qualidades das quais me orgulho imensamente: persistência, otimismo e humildade.

O meu primeiro desafio de gestão e liderança: a minha SMARTIDIOM

Em 2012, foi na minha cidade do coração, Leiria, que decidi abraçar um projeto sem precedentes – fundar a minha própria empresa – depois de quase quatro anos como tradutora freelancer a tempo completo. Uma vez mais, pareceu-me o único caminho a tomar; foquei-me nas minhas motivações e deixei que elas me conduzissem. A primeira equipa da SMARTIDIOM tinha apenas quatro pessoas e durante algum tempo fomos apenas quatro pessoas mesmo. Começámos algo que foi, digamos, uma experiência que tinha tudo para correr mal: a) éramos todos apenas tradutores; b) a tradutora mais experiente era eu; e c) os restantes tradutores tinham deixado as cidades natais (Porto, Lisboa e Mealhada) para se juntarem a mim neste desafio e eu sentia a responsabilidade séria de ter mesmo de garantir que o negócio gerava lucro e cash-flow. Caso contrário, fracassaria no meu primeiro desafio de líder: garantir o bem-estar dos meus primeiros colaboradores. Nesta fase, confirmei a minha primeira convicção em relação à gestão de pessoas, a qual me tem acompanhado até aos dias de hoje: basta rodearmo-nos das pessoas certas para que elas, alimentando-se da nossa fé, nos sigam incondicionalmente e aquilo que possa parecer um projeto suicida se torne uma história com muito para contar.

Hoje, a missão da SMARTIDIOM, já demonstra, creio eu, alguma maturidade e é um orgulho para mim divulgá-la aqui:

Tudo o que fazemos na SMARTIDIOM é com a convicção de que estamos a impactar os outros com o nosso exemplo. Acreditamos que o poderemos fazer de três formas: sendo a melhor empresa que pudermos ser para os nossos colaboradores, conquistando a lealdade inquebrável dos nossos clientes e inspirando o mundo a trabalhar para superar constantemente a melhor versão de si próprio. Com as nossas soluções de tradução, formação e marketing digital multilingue, damos o nosso contributo para uma comunidade global mais otimista, autêntica e empoderada.

Se quiseres conhecer melhor a SMARTIDIOM, esta é a estrada que te levará lá!

O fundo do poço e a transformação

Disse-te que o meu pai me ensinou a maior e mais importante lição da minha vida, não foi? E da forma mais nua e crua de todas. Ensinou-me que a vida tem de valer a pena, porque simplesmente não sabes quando deixarás de viver. O primeiro passo foi decidir dizer adeus a um casamento infeliz e não aceitar nada menos do que a felicidade a que tenho direito. Simples assim. E no dia em que me despedi do meu pai escolhi criar o meu manifesto e fazer dele a minha forma de honrar a sua memória.


O meu Manifesto:

A título pessoal:

  • Fundar e manter vivos e saudáveis modelos de negócio únicos, orientados para a positividade, a excelência e o crescimento individual e coletivo, que inspirem a minha equipa e o mundo;
  • Retribuir tudo o que de positivo recebo da vida, deixando a minha pegada de otimismo nas pessoas com quem me cruzo.

A título corporativo:

  • Trabalhar para o bem-estar dos colaboradores da SMARTIDIOM e retribuir-lhes tudo o que fazem pela empresa no dia a dia. Desejo que, se algum dia saírem da nossa empresa para abraçar outro desafio profissional, recordem com satisfação o que viveram connosco e sintam que, enquanto CEO, fiz muito mais do que aquilo que era a minha obrigação: no fundo, desejo que, feitas as contas, o saldo seja positivo.
  • Impactar positivamente a vida dos colaboradores da SMARTIDIOM e a vida dos colaboradores das empresas com que trabalho, inspirando-os com o meu exemplo de garra e determinação e reforçando a premissa de que o primeiro passo para uma vida mais feliz e realizada começa com uma simples mudança de mindset: passar a viver para as coisas positivas que nos acontecem e a dar o mínimo de importância possível às coisas menos boas, a não ser para aprender com elas.
  • Combater a desigualdade de géneros que, infelizmente, ainda é uma realidade no mundo empresarial. Quero inspirar todas as mulheres empreendedoras a darem um passo em frente e a não desistirem de quererem desbravar caminho pelas próprias mãos. Na SMARTIDIOM, tenho a oportunidade de seguir os meus ideais de contribuir para um ambiente sem discriminações, com condições de trabalho justas para todos de modo a que os meus colaboradores se sintam estimulados a darem sempre o melhor de si e a chegarem o mais longe possível, o quer que isso seja para cada um deles.

Marcos importantes
após o percurso académico:

2007

Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, em Lisboa

Tradutora in-house na Delta Língua, em Lisboa

2008

Tradutora in-house na Indra – Sistemas, S.A., em Lisboa

2013

Master Course in Social Media pela Universidade Técnica de Lisboa

Curso de Coaching Orientado para a Liderança e a Excelência com a duração de 61 horas pela International School of Professional Coaching

2009-2012

Tradutora freelancer, trabalhando diretamente para várias empresas nacionais e multinacionais e traduzindo e revendo textos de Inglês-Português, Espanhol-Português e Francês-Português

2019

Certificação Internacional de Coaching pela I Have The Power, no Porto

2012 – hoje

Chief Executive Officer e Chief Visionary Officer da SMARTIDIOM 

2020

Carla Gaspar | Training, Coaching e Mentoring

Curso de Alto Desempenho com PNL (Programação Neurolinguística) pela I Have the Power, no Porto

CCP (Certificado de Competências Pedagógicas) pela PsicoSoma, em Leiria

MBA em Corporate Happiness pelo ISLA Leiria (em curso)

Curso de Gestão e Coordenação da Formação pela Training House

2007

Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, em Lisboa

Tradutora in-house na Delta Língua, em Lisboa

2008

Tradutora in-house na Indra – Sistemas, S.A., em Lisboa

2013

Master Course in Social Media pela Universidade Técnica de Lisboa

Curso de Coaching Orientado para a Liderança e a Excelência com a duração de 61 horas pela International School of Professional Coaching

2009-2012

Tradutora freelancer, trabalhando diretamente para várias empresas nacionais e multinacionais e traduzindo e revendo textos de Inglês-Português, Espanhol-Português e Francês-Português

2019

Certificação Internacional de Coaching pela I Have The Power, no Porto

2012 – hoje

Chief Executive Officer e Chief Visionary Officer da SMARTIDIOM 

2020

Carla Gaspar | Training, Coaching e Mentoring

Curso de Alto Desempenho com PNL (Programação Neurolinguística) pela I Have the Power, no Porto

CCP (Certificado de Competências Pedagógicas) pela PsicoSoma, em Leiria

MBA em Corporate Happiness pelo ISLA Leiria (em curso)

Curso de Gestão e Coordenação da Formação pela Training House

Dedicated to your
life improvement

Working one-on-one with a certified Life Coach can help you identify and attain your biggest goals. Our private coaching clients experience significant breakthroughs that lead them to challenge their thinking, resulting in remarkable changes in their careers, relationships and quality of life.
Identify your goals
Continually reintermediate integrated processes through technically sound intellectual capital.
Finding the answers
Capitalize on low hanging fruit to identify a ballpark value added activity to beta test.
Finding the balance
Nanotechnology immersion along the information highway will close the loop on the bottom line.
Achieve success
Organically grow the holistic world view of disruptive innovation via workplace diversity.
Identify your goals
Continually reintermediate integrated processes through technically sound intellectual capital.
Finding the answers
Capitalize on low hanging fruit to identify a ballpark value added activity to beta test.
Finding the balance
Nanotechnology immersion along the information highway will close the loop on the bottom line.
Achieve success
Organically grow the holistic world view of disruptive innovation via workplace diversity.

Life coaching
in numbers

Before you start your coaching, you’re sure to have a number of questions about the journey you will soon undertake. Here are crunched numbers about it before coaching even begins.
0123456789001234567890                     %
Success for all clients so far
Setting and achieving goals and objectives
012345678900123456789001234567890                     +
Clients consulted in total
Making key decisions and designing success strategies
0123456789001234567890                     +
Certificates and awards globally
Finding the ideal career/work or business
0123456789001234567890                     +
Years of coaching experience
Communicating powerfully and succinctly
0123456789001234567890                     %
Success for all clients so far
Setting and achieving goals and objectives
012345678900123456789001234567890                     +
Clients consulted in total
Making key decisions and designing success strategies
0123456789001234567890                     +
Certificates and awards globally
Finding the ideal career/work or business
0123456789001234567890                     +
Years of coaching experience
Communicating powerfully and succinctly

Coaching books
for you and your loved ones

With endless career opportunities and a renewed sense of independence, our coaches are empowered wellness authorities thriving in their personal and professional lives. Did we mention they love every second of it?

Visit us anytime

We all know how life can be challenging and hard. And that there’s no answer always to all the issues you may face. We are here to help you.
Address
7 Kings Rd, Portsmouth,
Southsea, PO5 4DJ, UK
Call us
+44 3069 990134
+44 3069 990135

COACHING

  • Empreendedores e Empresários
  • Líderes de Equipas
  • Equipas de Alto Desempenho
  • Profissionais com Desafios de Carreira

CURSOS

  • Acorda para a Vida
  • LEHP
  • Líder Coach com PNL e IE

PROGRAMAS DE MENTORING

  • Positive Leadership Program for New Leaders
  • Women Excellency in Business Program for Brave Women
  • Grow Your Business for Freelance Translators

COACHING

  • Empreendedores e Empresários
  • Líderes de Equipas
  • Equipas de Alto Desempenho
  • Profissionais com Desafios de Carreira

CURSOS

  • Acorda para a Vida
  • LEHP
  • Líder Coach com PNL e IE

PROGRAMAS DE MENTORING

  • Positive Leadership Program for New Leaders
  • Women Excellency in Business Program for Brave Women
  • Grow Your Business for Freelance Translators

Subscreve a newsletter

e recebe as minhas atualizações no teu email!
carla gaspar coaching logo-branco

Membro
n.º 63954570

https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/05/Association-for-Coaching-1.svg

Acompanha-me nas redes sociais:

carla gaspar coaching logo-branco

Membro n.º 63954570 da

Acompanha-me nas redes sociais:

https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/dgert-entidade-formadora-certificada.svg
https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/iso-9001.svg
https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/iso-17100.svg
https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/association-for-coaching.svg

® 2020 Todos os direitos reservados.

https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/dgert-entidade-formadora-certificada.svg
https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/association-for-coaching.svg
https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/iso-9001.svg
https://carla-gaspar.com/wp-content/uploads/2020/07/iso-17100.svg

® 2020 Todos os direitos reservados.

Falar comigo
Precisas de ajuda?
Olá :)
Posso ajudar?